to top

Olhares digitais: como aproveitar melhor o que a internet pode oferecer

Quando vejo o João com 2 anos saber mexer no celular, tablet e outros gadgets com uma desenvoltura de dar inveja eu penso, nossa como ele é inteligente. Mas aí eu lembro, ele nasceu na era dos olhares digitais e vê a todos os instantes, todos ao seu redor, mexendo nos aparelhinhos com os dedinhos, e ele com toda a certeza não seria nada diferente – teria a desenvoltura e inteligência nativa.

E aí vem a pergunta: quem aí já não mordeu a língua e deixou a Peppa Pig, a Galinha Pintadinha ou qualquer outro desenho no celular nestas mãozinhas pequenas e achou, honestamente, a melhor babá eletrônica naquele momento de sufoco no mercado ou ainda restaurante – toca aqui amiga, estamos juntas! Ou colocou no joguinho pois sabia que a única coisa que você queria era comer em paz no seu restaurante preferido e não queria garfo no chão, macarronada na roupa e palpitação? Eu te entendo, COMPLETAMENTE!