to top

Como combater a rinite dos pequenos, e dos grandinhos também

Aqui em casa a coisa tá feia. A danada da rinite pegou todo mundo, e mãe alérgica, pai alérgico, a fruta não caiu longe do pé. E para melhorar a mamãe esquilo aqui está com sinusite, ou seja, cinco dias de antibiótico para mim… e aí o que eu estou fazendo? Pesquisando formas de amenizar as alergias, sejam elas pequenas doses diárias de organização de casa, ou ainda com homeopatia e vitaminas, alimentação (essa parte eu já estou fazendo – mas terei que reforçar).

Descobri que os bons hábitos da vovó de manter a casa aberta e arejada ajudam e muuuuito a diminuir as alergias! Sem querer vivemos em uma era claustrofóbica. Que por medo de pegar alguma coisa, doença, alergia, nos trancamos em casa, e trancamos a casa.

Ter cuidado com os bichinhos de pelúcia, colchões, tapetes, carpetes e outros itens da residência é uma das premissas básicas para combater a rinite. É preciso arejar!

Só no Brasil mais de 2 milhões de pessoas por ano sofre com a rinite e o conselho antigo – É melhor prevenir do que remediar – é um fato neste caso. Isso porque os alérgenos (poeiras e ácaros) são os responsáveis pelos espirros, tosses, e até sangramento (sintomas da rinite). Logo, a limpeza da residência e dos locais que frequenta é o componente decisivo para o desenvolver da doença.

Uma característica da rinite nas crianças é que elas podem não desenvolver a alergia na fase adulta. Fatores genéticos interferem, porém os hábitos são mais decisivos do que os genes. Crescer em um ambiente limpo, arejado, com esterilizador de ar e com luz solar faz toda a diferença.

O especialista e diretor de comunicação da Sterilair, Felipe Prado, elaborou 5 dicas e conselhos para as mamães e papais dormirem tranquilos e conseguirem manter a rinite bem longe dos pequenos:

1. Limpe o quarto das crianças com pano úmido – Essa ação evita a poeira “subir” e as crianças inalarem ácaros que desencadeiam a rinite.

2. Limpe a casa quando os pequenos não estiverem em casa – A faxina muitas vezes exige tirar móveis do lugar, limpar ventiladores, entre outros objetos que acumulam muita poeira. Prefira limpar a residência quando os seus filhos estiverem na escola.

3.Tenha um esterilizador de ar no quarto das crianças – O esterilizador elimina até 99,9% dos microorganismos aéreos evitando grande parte dos poluentes que ocasionam a crise de rinite.

4. Lave as narinas das crianças – O procedimento pode ser feito com soro fisiológico e uma seringa de plástico. Dessa forma você mantém o nariz mais úmido e diminui as chances de sangramento.

5.Faça exames para identificar o tipo de alérgeno – É importante diagnosticar qual o tipo de alérgeno agrava a rinite das crianças. Por mais que fatores genéticos influenciem algumas vezes a rinite pode ser agravada pelo consumo de alimento que tenham histamina ( queijo, carne, embutido, entre outros).

Comecei a fazer estas dicas e tem me ajudado… João melhorou praticamente 100%…e eu estou quase boa. Quais dicas vocês tem para melhorar e o que fazem para diminuir as crises nestas épocas de frio?

Beijos, com carinho!

Verô! :*

Verônica Muccini

Verônica Muccini é jornalista, mas brinca que tem a alma de Relações Públicas, porém foi na maternidade que descobriu o seu maior desafio. Divide as suas angústias, conquistas e trapalhadas com o pequeno João Henrique aqui no Depois da Chegada.

Deixe o seu comentário...