to top

Diário de gravidez: o segundo trimestre

Depois de um primeiro trimestre difícil, com enjoos, náuseas, cansaço e muita irritação, o segundo trimestre chegou mais manso, com mais disposição e bem estar para a felicidade da futura mamãe aqui (;

Segundo o aplicativo que uso na gravidez (o Gravidez +) o segundo trimestre começa na 13ª e vai até a 25ª semana. Dizem que é o período mais tranquilo da gravidez, quando a grávida não está mais enjoada, tem mais disposição e o barrigão não atrapalha tanto quanto no terceiro trimestre. Essa é a fase ideal para organizar o quartinho, aproveitar para viajar com o marido (na famosa babymoon) e curtir cada mudança do seu corpo.

Mas, como cada gravidez é única, vou contar o que aconteceu comigo nesses três meses.

Lá pela 14ª semana meus enjoos começaram a diminuir e aquele sono absurdo não fazia mais parte da minha rotina. Comecei a voltar aos poucos a ter ânimo para trabalhar, mas com 16 semanas comecei a sentir um endurecimento na parte de baixo da barriga. No início achei que pudesse ser o bebê se mexendo, mas logo passei a sentir cólicas.

Como meu médico disse que sempre que eu sentisse cólicas era para avisá-lo, resolvi ligar. Ele me perguntou o que estava sentindo e expliquei que eram como “uns endurecimentos” na barriga, que duravam alguns segundos e passavam. Ele me disse que eu estava tendo contrações e que era para entrar em repouso. Só passei na farmácia comprar o remédio que ele receitou para conter as contrações e fui direto pra casa.

O meu repouso não era absoluto. O médico pediu que eu ficasse a maior parte do tempo sentada ou deitada e que evitasse caminhar e subir e descer escadas, mas poderia ir ao banheiro, a cozinha, tomar banho. Eu fui bem comportada e com o tempo as contrações foram diminuindo até que pararam lá pela 19ª ou 20ª semana. Ou seja, fiquei um pouco mais de um mês de repouso.

Durante esse tempo aproveitei pra ler e dormir bastante (e comecei a assistir Grey’s Anotomy, santo Netflix!). Fui bem paparicada pelo marido, pelas amigas e família. Nessa hora é muito importante ter com quem contar e eu sou muito agradecida por ter pessoas que me amam por perto.

Outra coisa importante é aceitar a situação e entender que você está assim para cuidar de um bem maior, o seu filho. Não é fácil parar tudo e ter sempre que depender de alguém, ainda mais quem sempre foi independente e resolveu as coisas sozinha.

Claro que meu repouso foi bem tranquilo comparado a pessoas que tem que ficar na horizontal por toda a gestação, mas de qualquer forma, é essencial que a gente leve tudo com bom humor.

O bacana dessa fase é que a barriga começa a aparecer de verdade! Nunca imaginei que fosse ficar tão feliz de ver a minha barriga crescendo 🙂 As pessoas já percebem que  estou grávida sem eu precisar falar e comecei a perder minhas roupas.

Tirei todas as peças que não me servem do guarda-roupa e deixei só aquilo que serve, assim fico mais confiante para me vestir. Aliás, é engraçado se vestir nessa fase. O corpo ganha uma nova forma e a gente precisa de adaptar e experimentar novas propostas. Eu me divirto bastante com isso!

Aliás, posso dizer agora que estou amando tudo! Amando minha barriguinha. Amando sentir meu filho crescendo e pulando dentro de mim. Amando ver meu marido me olhar de  um jeito diferente. Ahh, e falando em pulos, Valentin é bem espoleta! Mexe bastante, desde a 18ª semana. À noite, eu paro e fico observando seus movimentos. Fico imaginando ele lá dentro, no escurinho, crescendo mais e mais. Já sei qual a posição que ele mais gosta e aquelas que ele não curte muito, hehe.

No morfológico do 2º trimestre (fiz com 23 semanas + 4 dias) meu bebê estava com 730g e 31cm. Um bebezão!

Processed with VSCOcam with b1 preset

barrigão crescendo: 23 semanas

Gerar uma vida é mesmo a coisa mais emocionante que uma mulher pode sentir.

Nem posso esperar pelo que o terceiro trimestre nos espera!

Nati Grazziotin

Nati Grazziotin sempre sonhou em ser mãe e hoje espera o primeiro filho. Ama blogs, já escreveu para o Moça Fresca e atualmente é editora do Minimallista. Aqui no Depois da Chegada vai dar seus pitacos sobre esse novo mundo da qual começou a fazer parte.

  • TATIANA

    MUITO LEGAL MAMÃES! PARABÉNS!!

    29 de março de 2016 at 11:51 Responder

Deixe o seu comentário...